Imprimir
Categoria: Notícias

Agora em abril, a Justiça Federal no Ceará ganhou um reforço importante com a efetivação de Termo de Cooperação celebrado com a Justiça Estadual permitindo a interligação por videoconferência da Seção Judiciária com os presídios do Estado do Ceará.

A possibilidade de realizar audiências com presos sem que os mesmos tenham que se ausentar das instalações prisionais traz ganhos de economicidade e segurança como aponta o juiz federal Daniel Guerra, titular da 22ª Vara Federal, em Crateús, “É uma maneira segura e econômica de fazer a instrução processual já que dispensa a condução dos presos, além de contribuir para abreviar o processo na medida em que as datas de marcação de audiências podem ser mais próximas uma da outra”, avaliou.

O magistrado presidiu a primeira audiência a utilizar a tecnologia na JFCE no último dia 04 de abril, para oitivas de presos da Casa de Privação Provisória de Liberdade III (CPPL III), em Itaitinga. Se não fosse o compartilhamento do sistema de videoconferência do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE), os presos teriam que ser escoltados por 371km até a Subseção da JFCE no município de Crateús para o interrogatório.

 

videoconferencia desfocada

Imagens da primeira videoconferência realizada pela JFCE com presídios cearenses