Operação desmonta quadrilha de fraude a serviço de internet banking

Na manhã desta terça-feira (11), a 32ª Vara da Justiça Federal no Ceará determinou o cumprimento 25 mandados de busca e apreensão, 8 conduções coercitivas, 7 mandados de prisão preventiva e 6 de prisão temporária. A operação Valentina visa a repressão a crime cibernético de fraude por meio de internet banking em celulares e computadores.

Um dos investigados é de São Paulo, o restante deles do Ceará. A fraude resulta em altos valores, já tendo sido confirmado o valor de R$ 7,5 milhões, com vítimas em todo o Brasil. Causando grande impacto em bancos privados principalmente, mas a ação é de competência da Justiça Federal por envolver também crimes contra a Caixa Econômica Federal.

A fraude era realizada de forma sofisticada, obtendo senhas em computadores e celulares, o grupo criminoso cadastrava novos números de celulares ao serviço, recebia nova senha para acessar a conta da vítima e efetuava a transferência de valores, utilizando o internet banking. Em um só dia, chegavam a fraudar 45 contas bancárias. Estes eram chamados os dias de trabalho do grupo. Após a fraude o grupo passava a usufruir dos recursos com viagens, carros e festas. Em geral os investigados são jovens, mas nesse momento da Operação os nomes ainda são mantidos em sigilo. Os investigados teriam praticado crimes de furto qualificado, lavagem de dinheiro e formação de organização criminosa.

Autor: Justiça Federal no Ceará